João Paulo Leite, PUC-RIO – BSc

O mundo está passando por uma transição energética. Usinas renováveis intermitentes estão aumentando suas participações nos sistemas energéticos do mundo inteiro devido a sua energia limpa e barata. No entanto, a geração dessas fontes de energia é intermitente e incerta, o que demanda maior quantidade de serviços ancilares, como reserva operativa, para garantir a segurança do suprimento energético. Nesse sentido, os sistemas de armazenamento, em especial baterias, se destacam como bons provedores desses serviços, e são futuros candidatos para permitir uma transição energética segura. Contudo, para prestar esses serviços, as baterias deixam de capturar receita no mercado de energia. Dessa forma, este trabalho propõe uma metodologia de cálculo de estratégia de oferta em mercados competitivos de reserva operativa, baseada no custo de oportunidade do agente no mercado de energia. Essa estratégia é calculada a partir de um modelo de otimização estocástico desenvolvido neste trabalho. Por fim, a metodologia foi aplicada em um estudo de caso para sistemas de armazenamento por bateria no Brasil.

Tese disponível somente para usuarios. Cadastre-se gratuitamente.

Baixar


Gabriella Dantas, PUC-RIO – BSc

Com a tendência de crescimento da demanda no Ambientação de Contratação Livre (ACL), torna-se fundamental a existência de opções de financiamento que viabilizem projetos neste mercado. Nesse contexto, o BNDES lançou, em 2019, uma metodologia de avaliação de crédito voltada para projetos comprometidos no ACL. Em paralelo, novas fontes de financiamento têm se tornado cada vez mais relevantes, como debêntures e o Banco do Nordeste do Brasil (BNB). Destarte, este trabalho tem como objetivo avaliar a atratividade da comercialização de energia por usinas eólicas e solares no ACL, considerando diferentes arranjos de financiamento. Através da metodologia de Fluxo de Caixa Descontado, é calculada a distribuição de probabilidade da Taxa Interna de Retorno (TIR), a partir de diferentes cenários de Preços de Liquidação de Diferenças (PLD). A TIR obtida no Ambiente de Comercialização Regulada (ACR) é usada como benchmark. Os resultados indicam que é possível obter retornos significativamente maiores no ACL.

Tese disponível somente para usuarios. Cadastre-se gratuitamente.

Baixar


Camila Schuck Corrêa, UFRJ – BSc

Os esforços mundiais para reduzir as emissões de carbono e adotar tecnologias sustentáveis para o desenvolvimento energético dos países impulsionaram a expansão das fontes de energia renováveis e da geração distribuída. Desta forma, foram introduzidos novos desafios na operação e planejamento do setor elétrico, principalmente devido à intermitência das fontes renováveis e à presença de fontes de geração próximas aos centros de consumo. Assim, é fundamental que sejam analisados os efeitos que a geração distribuída baseada em fontes renováveis provoca nas redes elétricas de distribuição. Deve-se considerar nestas análises a variabilidade e incerteza características das fontes de energia renováveis, para melhor capturar o real efeito da geração distribuída no sistema elétrico. Portanto, neste trabalho de conclusão de curso propõe-se desenvolver uma metodologia para análise de redes elétricas de distribuição com inserção de geração distribuída fotovoltaica a partir da utilização de múltiplos cenários de geração com discretização intra-horária. A metodologia desenvolvida utiliza como base o software OpenDSS e a linguagem de programação Python para realizar simulações de fluxo de potência trifásico e análises probabilísticas dos resultados.

Tese disponível somente para usuarios. Cadastre-se gratuitamente.

Baixar