Energy Report de Novembro está disponível

Publicação – 03.12.2020

Neste editorial buscamos identificar as razões para a rápida mudança nas condições de suprimento do sistema elétrico brasileiro, que depois de atingir 60% do armazenamento máximo em maio e junho, os níveis caíram 30 p.p. em quatro meses em um ambiente de sobra estrutural de energia.

Na seção regulatória discutimos a volta das bandeiras tarifárias em dezembro, que haviam sido suspendidas até o final de 2020, e comentamos sobre outros temas relevantes que tiveram movimentação no mês.

Na seção de recursos hídricos e meio ambiente comentamos sobre a Great Ethiopian Renaissance Dam (GERD), maior hidrelétrica da África com 6.45 GW de capacidade instalada, cujo reservatório começou a encher, o que pode trazer insegurança para o Egito, mas por outro lado pode propiciar benefícios interessantes ao país.

Na seção internacional deste mês discutimos o processo de liberalização do mercado elétrico do Vietnã, que entrou na sua terceira fase de implementação, e fazemos um paralelo com o mercado elétrico brasileiro de quais lições podem ser tiradas.

Na seção de inovação comentamos sobre os desafios no desenvolvimento de baterias híbridas, que combinam capacitores e baterias de Li-Ion, tecnologias que funcionam de formas diferentes, mas que podem produzir uma “super bateria” se combinadas.

Esta edição também apresenta o balanço atualizado de demanda e oferta estrutural de energia para os próximos anos, incluindo nosso tradicional atrasômetro.

Para mais informações, acesse Energy Report.