Rafael Kelman e Tarcisio Castro participaram do seminário “Disputa pelo uso da água e sua precificação para o Setor Elétrico” onde foi realizado o lançamento do estudo sobre precificação da água para o Setor Elétrico em cenário de escassez

Evento – 05.12.2019

O Instituto Escolhas e PSR lançaram estudo sobre precificação da água para o Setor Elétrico em cenário de escassez. Um debate para o lançamento do estudo foi realizado no auditório do jornal Folha de São Paulo na quinta-feira (28/11).

Em um contexto onde as mudanças climáticas e o aumento do consumo de água – principalmente por causa da irrigação – vão tornar os recursos hídricos cada vez disputados, o debate apontou caminhos para o país, com forte recomendação de reforçar a governança entre instituições e tornar efetivo um sistema nacional de gestão dos recursos hídricos. Uma das grandes contribuições do trabalho, segundo Sergio Leitão, diretor executivo do Instituto Escolhas, é exatamente derrubar alguns paradigmas. “A noção de que o país é abundante em água é um mito dos mais perigosos.”

Três estudos de caso foram avaliados:

(1) Comparação do valor da água na bacia do rio São Francisco para produção agrícola com o valor da água para produção de energia elétrico e implicações de perda de geração térmica num cenário de escassez profunda;

(2) A seca do Ceará e implicações para geração térmica que capta agua no reservatório de Castanhão. Neste caso desenvolveu-se uma metodologia (aderente ao estudo anterior desenvolvido pela PSR para o Escolhas, que comparou atributos das diversas fontes de energia) para internalizar no custo variável unitário (CVU) das usinas térmicas do custo da água. Este deve considerar o nível de criticidade hídrica por um lado e o sistema de resfriamento (que afeta o consumo da água) por outro.

(3) Um debate sobre conflito do uso de água para a usina de Belo Monte. Mostrou-se as o impacto de eventual aumento da vazão ambiental no rio Xingu – uma recomendação do Ministério Público de Altamira – sobre aspectos energéticos e econômicos.

Veja a apresentação do estudo “Setor Elétrico: como precificar a água em um cenário de escassez” no link: http://bit.ly/33RwW2C

Leia o Sumário Executivo aqui: http://bit.ly/2Lmf2yI